Você já sabe que a contabilidade é uma parte fundamental dos negócios e que o profissional contábil é imprescindível para o sucesso de qualquer empresa.

Mas, como saber se os serviços que você contratou estão sendo cumpridos da melhor forma possível?

A melhor forma de fazer isso é aprendendo a fiscalizar o contador.

Em função de ser uma área específica e complexa, a maioria dos empreendedores entende pouco ou nada sobre contabilidade.

O fato pode ser um problema porque, infelizmente, alguns profissionais se aproveitam disso para tirar vantagem de alguma forma.

Cobranças a mais, não cumprimento dos prazos e omissão de informações são algumas das atitudes que caracterizam um serviço contábil de má qualidade.

Para evitar que isso aconteça e que, consequentemente, a saúde financeira da empresa seja colocada em risco, é fundamental saber fiscalizar o contador e o seu trabalho.

Reunimos aqui algumas dicas para que você possa fiscalizar sua contabilidade!

Conheça o enquadramento tributário da sua empresa

Você não tem obrigação de saber tanto quanto um especialista da área, mas ter um conhecimento mínimo sobre contabilidade deve ser requisito de qualquer empreendedor.

É importante saber em qual enquadramento tributário a sua empresa se encaixa e o que isso significa em termos de obrigações contábeis, fiscais e previdenciárias.

No Brasil, existem vários tipos de empresa e de perfis tributários. Essa classificação define muitos itens importantes, sobretudo em relação ao pagamento de impostos.

No Simples Nacional, por exemplo, a empresa não deve ter retenção na fonte.

Um empresário precisa saber disso e de outros detalhes sobre o perfil da sua empresa – até para poder avaliar se esse é realmente o enquadramento adequado.

Fique atento ao vencimento dos impostos

De acordo com o perfil tributário, o prazo para o pagamento das tributações é variável.

Ter uma noção sobre o dia do vencimento garante que não haja atrasos e que a empresa não seja prejudicada. Muitos contadores não entregam as guias de recolhimento a tempo, o que pode atrasar o pagamento e resultar em multas.

Uma forma de fiscalizar o contador é assegurar-se que ele irá entregar o documento com pelo menos dois dias de antecedência.

A seguir, confira uma tabela abaixo com os principais impostos federais e sua respectiva data para realizar o pagamento. Também diz o que acontece caso o vencimento caia em feriado nacional.

ImpostoRecolhimentoSe cai em feriado nacional
Simples NacionalAté o dia 20Adia para o 1º dia útil depois
INSSAté o dia 20Adianta para o 1º dia útil antes
IPIAté o dia 25Adianta para o 1º dia útil antes
CofinsAté o dia 25Adianta para o 1º dia útil antes
PISAté o dia 25Adianta para o 1º dia útil antes
CSLLAté o último dia do mêsAdianta para o 1º dia útil antes
IRPJAté o último dia do mêsAdianta para o 1º dia útil antes
IRRFAté o dia 20Adianta para o 1º dia útil antes

 

Saiba quanto a sua empresa paga de tributos

Você sabia que o percentual que uma empresa deve pagar sobre a sua receita bruta varia de acordo com a sua atividade?




Pois é: é um equívoco bem comum considerar que se trata de um valor único e invariável. Aliás, muitos empresários acabam pagando mais do que precisam em função da desinformação.

Na verdade, uma empresa comercial não paga o mesmo que uma indústria e tampouco o mesmo que uma prestadora de serviços.

Além da atividade exercida, a faixa de faturamento também influencia o valor do pagamento. Sendo assim, as alíquotas sobre a receita variam também conforme o valor dos últimos 12 meses de faturamento.

Lembrando que: quanto mais a empresa fatura, mais impostos ela irá pagar.

 

Verifique se as vendas canceladas são abatidas do faturamento

Fiscalizar o contador também exige um controle maior em relação ao faturamento da sua empresa.

Já que o imposto a ser pago é um percentual sobre o que foi arrecadado, é bom ficar atento para se certificar de não estar pagando mais do que deveria.

Nesse sentido, é essencial manter uma boa comunicação com o profissional da contabilidade que cuida dos seus negócios.

Ele deve estar ciente, por exemplo, de todos os serviços ou vendas cancelados e também dos produtos devolvidos.

Isso porque é possível cancelar esses itens do faturamento e abatê-los da sua receita. Vale a pena se certificar de que o seu contador está “utilizando” essas informações para isso.

 

Acompanhe a entrega da declaração do imposto de renda

A declaração do imposto de renda para pessoa jurídica pode causar algumas dores de cabeça, caso não seja feita do modo adequado e conforme os prazos estabelecidos.

A periodicidade da apuração, a base de cálculo e o prazo para recolhimento dependem da opção de tributação da empresa. Em alguns casos ela pode ser mensal ou trimestral, por exemplo.

De qualquer modo, independentemente disso, é muito importante se adiantar e não deixar a declaração para a última hora. O atraso ou a falta de entrega implicam em uma multa de no mínimo R$ 200.

Para garantir que tudo saia bem com a declaração, é importante fiscalizar o contador de perto e solicitar que ele guarde todas as notas fiscais e realize o cálculo mensal das receitas.

 

Já ouviu falar sobre a contabilidade online?

A tecnologia trouxe várias mudanças para a contabilidade, facilitando processos e melhorando a relação entre o profissional contábil e o seu cliente.

Nesse contexto, em 2012 surgiu no Brasil um novo modelo de contabilidade, aquela “online”.

Trata-se da prestação de serviços contábeis através de ferramentas digitais.

Por meio virtual, um escritório de contabilidade online presta os mesmos serviços que um escritório tradicional, como a emissão de notas, pagamento de guias de impostos, envio de declarações, etc.

Toda a comunicação e o envio de documentos são realizados através de uma plataforma digital, e esse é um dos grandes diferenciais desse formato.

Em sistemas como aquele desenvolvido pela Osayk Contabilidade Online, o cliente tem acesso a todas as informações contábeis da sua empresa: pagamento de tributos, cumprimento das obrigações, balancetes, livros contábeis e etc.

Isso garante mais autonomia e assegura ao empreendedor a possibilidade de fiscalizar o contador e acompanhar o seu trabalho “de perto” e “em tempo real”.

Além disso, o software também gera automaticamente gráficos e relatórios e permite um controle maior das contas e da saúde financeira da empresa.

Se você deseja trocar de contador, mas quer saber mais sobre a contabilidade online, confira alguns mitos e verdades sobre essa nova forma de fazer a gestão contábil da sua empresa clicando aqui ou preencha o formulário abaixo que entramos em contato com você.


Comentários