fbpx

Capital de Giro dicas para você ter sucesso em administrar sua empresa.  O capital de giro é um elemento primordial para o trabalho com as finanças de uma empresa. Não é à toa que logo no início, quando o negócio é apenas uma ideia, você já precisa pensar nele. Ele dá a possibilidade de começar as operações e sustentar o negócio até que comece a gerar lucro suficiente para adquirir novos ativos.

Mas como ter sempre um saldo positivo e não sofrer com ausência de dinheiro? A recorrente falta de lucro não é inevitável. Se você mantém a saúde do negócio em dia, com boa administração financeira, sempre terá capital de giro em caixa. É sobre isso que vamos falar nesse post.

Você vai aprender algumas maneiras efetivas de administrar seu capital de giro e só ter benefícios com ele.

Como administrar o capital de giro

1. Objetive sempre o lucro

O capital de giro é fundamental para o pagamento de fornecedores e a realização de atividades operacionais do dia a dia. Além disso, ele ajuda a equilibrar as contas do negócio, fornecendo uma harmonia entre ativo e passivo. O seu resultado é um caixa positivo, que trabalha para o crescimento.

Por isso, podemos dizer que o capital de giro é importante, mas o lucro é fundamental. Nunca devemos dissociar uma coisa da outra. Quanto mais lucro entrar no seu caixa, mais liberdade terá para gerir seu capital de giro.

Além disso, devemos entender que o capital de giro é o melhor dinheiro para as operações do dia a dia porque não vêm com juros ou tributos. É a própria margem de lucro que financia as movimentações, não dependendo de um agente que cobraria caro para ajudar seu negócio.

Por essa razão é fundamental criar medidas para influenciar o aumento do seu lucro, como:

– Estratégias de atração de clientes;

– Melhor negociação com fornecedores;

– Promoções;

– Divulgação do negócio.

Use medidas de maneira sistemática e logo seu lucro começará a aumentar.

2. Administre o estoque com eficiência

A administração eficiente do estoque consegue manter dinheiro em caixa e ao mesmo tempo uma alta rotatividade de produtos. Ou seja, é preciso prever, em certa medida, o número de vendas para poder adquirir apenas o necessário no estoque.

Lembre-se da dificuldade disso: pouco estoque gera perda de dinheiro, muito estoque eleva o tempo de prateleira, diminui o capital de giro e pode até trazer novas perdas. Então é fundamental buscar o meio termo com base em previsão.

Tenha meios para medir o tempo de entrada e saída dos produtos. Assim você consegue aproveitar da melhor maneira as compras e evitar gastos desnecessários.

Faça um histórico das entradas e saídas no caixa e procure entender cada caso. Essa simples ação tem um impacto enorme nas finanças da empresa, pois você passa a ter mais segurança para operar seu negócio e o capital de giro.

Caso queira uma ferramenta para lhe ajudar a gerir o estoque, entre em contato.

3. Pague pontualmente

Uma das melhores maneiras de ter sempre as vantagens de um capital de giro fluente é pagar os fornecedores em dia. Assim como qualquer tipo de gestão de finanças, o pagamento em dia evita buracos no orçamento, juros e outros problemas que podem virar uma bola de neve.

Mas o pagamento em dia não gera apenas benefícios contábeis. Com isso, você melhora o relacionamento com fornecedores. Você pode conseguir melhores negociações e benefícios quando precisar fazer compras maiores.

4. Influencie compras à vista

Não é difícil encontrar uma empresa que incentiva apenas compras a prazo. Afinal, é um atrativo para o consumidor e uma oportunidade para lucrar mais com as parcelas. Essas empresas definitivamente não podem ser exemplo para quem deseja melhorar o capital de giro.

Para esse caso, existem muito mais benefícios quando você incentiva a comprar à vista. Você tem mais dinheiro disponível rápido para poder aumentar seu poder de transação. Por isso, crie campanhas, descontos e outras estratégias para o cliente levar à vista.

5. Gerencie devedores

Do mesmo modo que você adotou a prática do pagamento em dia, você deve ter medidas dentro do possível para também receber em dia. Para isso, é necessário fazer uma boa gestão dos devedores, para não correr o risco de ter inadimplentes.

Entre as ações que você precisa realizar estão reavaliação de contratos, revisão das condições de crédito e verificação de crédito. É preciso ser rigoroso nesses pontos, principalmente porque o Brasil vive um recorde histórico de inadimplentes, e isso pode afetar muito o negócio dependendo do porte da sua empresa.

6. Use indicadores de desempenho

Conhecidos pela sigla KPI, os indicadores de desempenho são métricas que demonstram a situação atual da empresa. Quando você utiliza essas métricas cotidianamente, você pode ter o negócio sob controle e sabe o que precisa fazer para aumentar o lucro.

Identifique os principais indicadores de desempenho do seu negócio. Eles podem estar relacionados ao estoque, à aquisição do cliente ou número de leads do e-commerce. Cada métrica vai fornecer bons resultados para melhorar sua estratégia.

Os KPIs vão influenciar positivamente a sua tomada de decisão. Você decidirá o que fazer com base em números e dados precisos, verdadeiros sobre o negócio. Então a margem de erros diminui drasticamente, e com isso você acaba melhorando o caixa.

Essa estratégia não está apenas relacionada ao aumento do valor do capital de giro, mas da melhora do negócio como um todo. Porque, como falamos, a boa gestão do capital de giro está diretamente relacionada ao aumento do seu lucro.

7. Tenha um software para gerir o capital

A gestão do capital de giro é indissociável da gestão dos ativos. Por isso você precisa ter ferramentas que garantam não apenas a melhora na gestão de fluxo do caixa, mas do negócio como um todo.

Essas ferramentas evitam problemas sérios de caixa e incentivam as boas práticas financeiras. A realização dos exercícios contábeis se torna mais fácil, você reduz erros, melhora o número de informações sobre o negócio e aumenta a produtividade.

Por isso, ao gerir sua contabilidade, conte com boas ferramentas. Convidamos você a conhecer nossa plataforma e descobrir todas as vantagens de utilizar uma ferramenta de gestão financeira com objetivo de otimizar a gestão financeira dos clientes do seu escritório:

 

Comentários