fbpx

Se você quer saber como manter as contas da empresa em dia, ter um boa gestão financeira e não colocar os negócios em risco, neste artigo preparamos orientações valiosas. Além de evitar dores de cabeça, essas dicas podem alavancar o seu empreendimento!

A gestão financeira de uma empresa é uma das atividades que normalmente apresentam mais desafios para os empreendedores. Manter as contas da empresa em dia é muito diferente de gerenciar as finanças pessoais. A quantidade de contas, as cifras e o tempo demandado são, sem dúvida, muito maiores.

Certamente, manter a saúde financeira do negócio não é uma tarefa fácil. Sem planejamento e sem a orientação adequada é quase uma missão impossível. No entanto, além das vendas, da produção e de outros setores fundamentais, as finanças são um dos pilares de sustentação de uma empresa.

Ao contrário do que pode parecer, as contas do dia a dia costumam ser aquelas mais difíceis de controlar. Diferentemente do que a maior parte das pessoas faz na sua vida pessoal, para a gestão financeira de uma empresa é indispensável que cada pequena despesa seja controlada.

Passou no supermercado rapidinho para pegar algo que estava faltando em casa? Se isso acontecer para comprar algo para a empresa, o ideal seria você não deixar de incluir esse gasto – ainda que praticamente insignificante se comparado aos outros – no controle financeiro.

Se você quer saber como manter as contas da empresa em dia, ter um boa gestão financeira e não colocar os negócios em risco, neste artigo preparamos orientações valiosas. Além de evitar dores de cabeça, essas dicas podem alavancar o seu empreendimento!

  1. Faça um controle das contas

Qualquer empresa independentemente do seu porte, precisa manter um controle preciso das suas contas: é necessário monitorar os valores a pagar, os valores a receber, além de registrar todos os gastos, sejam eles grandes ou pequenos.

As contas do dia a dia parecem simples de gerenciar, mas demandam dedicação e organização. Se os gastos e as despesas menores forem negligenciados, a soma de todos esses valores “irrelevantes “ pode se tornar grande e o seu controle cada vez mais difícil. Além disso, é bem provável que as contas não fechem no final e o problema estará instalado.

  1. Pague as contas em dia

As contas são as obrigações financeiras que a empresa assume – e, obviamente, precisa pagar. Há um número muito grande de contas: aluguel, telefone, água, energia elétrica, internet, manutenção, folha de pagamento, fornecedores, prestadores de serviço, etc. Para gerenciar e assegurar o pagamento de tudo isso, é preciso de muita organização.

Pagar as contas em dia é fundamental para a saúde financeira de um negócio. Além de evitar multas e juros, a empresa que paga as contas dentro do prazo de vencimento nunca irá deixar de ter crédito no mercado.

  1. Controle as cobranças por data de vencimento

Muitas vezes ter apenas um controle mensal pode não ser suficiente, sobretudo se não houver uma sistematização desse processo. Por isso, o ideal é separar as contas por data de vencimento, listando as despesas que devem ser pagas até um determinado dia.

Por exemplo: o aluguel e o telefone precisam ser pagos até o dia 5, os funcionários e os fornecedores até o dia 10, e assim por diante. Lembre de organizar tudo em pastas ou arquivos separados, seja em papel ou digital.

  1. Antecipe os pagamentos

Se for complicado fazer o controle e manter as contas da empresa em dia, uma saída para quem tem condições é antecipar o pagamento. Algumas cobranças, como o IPTU, oferecem inclusive descontos para quem paga antecipadamente.

Você pode se organizar para quitar os boletos assim que eles chegarem para evitar perder o prazo. Pagar os fornecedores e os prestadores de serviço antecipadamente também é uma ótima forma de passar uma boa imagem da sua empresa e conseguir melhores formas de pagamento ou ofertas.

  1. Acompanhe as movimentações da conta

Como já mencionamos, manter as contas da empresa em dia também depende de ter um bom controle do fluxo de caixa, das entradas e das saídas e, portanto, das movimentações da conta. A conciliação bancária é o método perfeito para acompanhar essas operações.

Hoje em dia, existem softwares que ajudam nessa missão e muitas plataformas disponibilizadas por escritórios de contabilidade online, como a Osayk Contabilidade Online, possuem essa ferramenta.

  1. Se preciso, renegocie

Se chegar ao extremo e os problemas ficarem grandes demais, é necessário partir para a renegociação. Se a empresa estiver devendo para o banco ou para os prestadores de serviço, a melhor forma de evitar chegar ao ponto de falência é propor a renegociação das dívidas e ir pagando conforme puder.

  1. Tenha um planejamento financeiro

O único modo de se preservar dessa situação é tendo um bom planejamento financeiro. Além disso, um novo ano deve começar sempre com novas metas – nem que seja para garantir que será possível manter as contas da empresa em dia.

Para isso, o gestor precisa ter uma planilha sempre atualizada com todas as despesas fixas da empresa e todos os outros dados relevantes. Essa ferramenta serve para projetar receitas e despesas e pode ser base para decisões sobre cortes de custos ou investimentos.

  1. Conte com a ajuda de um contador

Você sabia que a contabilidade pode ajudar e muito a manter as contas da empresa em dia? As organizações que contam com o suporte de um profissional da área conseguem controlar com mais facilidade todas as operações, organizar o seu financeiro e fazer todos os pagamentos em dia.

A contabilidade online oferece ferramentas muito boas para o gerenciamento de contas e a gestão das finanças da empresa. Dos itens que listamos aqui, todos podem ser simplificados ou têm muito mais chances de se serem concretizados se você tiver o auxílio de um contador: desde a necessidade de renegociação até a organização das contas. Isso ajudará em toda a gestão financeira e permitirá que a empresa tenha um planejamento mais consistente para o futuro dos negócios.

Comentários

Leia mais:
o que fazer com o dinheiro da rescisão
O que fazer com o dinheiro da rescisão após a demissão

O que fazer com o dinheiro da recisão?  Uma demissão não é uma circunstância desejada por ninguém. No entanto, quando...

Fechar