fbpx

O break even mostra a partir de quando a sua empresa passa a ser lucrativa. Se o valor da receita for inferior a esse ponto, o negócio está no prejuízo. Calcular o valor do ponto de equilíbrio da sua empresa é fundamental para analisar a lucratividade e a viabilidade do negócio no mercado. Saiba como calcular o break even neste post!

O break even point é o ponto de equilíbrio de uma empresa, ou seja, é o momento no qual a sua receita alcança um valor necessário para cobrir custos fixos e variáveis. Ele representa no balanço financeiro do negócio o equilíbrio entre despesas e receita. Isso significa que ao atingir o break even point, a empresa ainda não possui lucro, mas já está arrecadando o suficiente para arcar com o valor total dos seus custos.

O break even mostra a partir de quando a sua empresa passa a ser lucrativa. Se o valor da receita for inferior a esse ponto, o negócio está no prejuízo. Calcular o valor do ponto de equilíbrio da sua empresa é fundamental para analisar a lucratividade e a viabilidade do negócio no mercado. Saiba como calcular o break even neste post!

Como calcular o break even point?

O valor do ponto de equilíbrio de uma empresa é calculado a partir de três elementos. Entre eles estão os custos – fixos e variáveis – e a margem de contribuição.

Para chegar ao cálculo do break even, é necessário dividir os custos pela margem de contribuição. Mas, para calcular esse valor, é fundamental entender quais são os tipos de custos que entram na conta e o que é a margem de contribuição. Confira:

Custos variáveis

Os custos variáveis são aquelas despesas que não são permanentes e que possuem valores flutuantes. Eles são referentes às despesas para produzir um produto ou executar um serviço.

Pode-se dizer que esses custos variam em função do volume daquilo que é produzido ou vendido. Eles podem aumentar ou diminuir de acordo com a quantidade de produtos ou serviços que a empresa oferece. Se ela oferecer mais, por exemplo, os seus custos variáveis serão maiores.

Custos fixos

As despesas fixas não variam em função do volume de produção ou vendas. Fazem parte dessa categoria, os gastos permanentes e mensais com energia elétrica, aluguel, telefone, internet, folha de pagamento.

Margem de contribuição

A margem de contribuição é um dos indicadores financeiros mais importantes de uma empresa. Ela está relacionada ao lucro da venda de cada produto e a como esse valor contribui para a empresa cobrir os seus custos.

A margem de contribuição é o valor residual da venda de um produto ao descontarmos de seu faturamento bruto os gastos de dedução de vendas e do custo de produção ou compra. Esse índice sinaliza a viabilidade da produção de algo e o seu valor é calculado subtraindo-se do valor das vendas o valor dos seus custos variáveis.

Como atingir e superar o ponto de equilíbrio da sua empresa?

Calculando e tomando conhecimento do valor do ponto de equilíbrio da sua empresa, você terá consciência em relação ao momento no qual o seu negócio pode começar a ganhar dinheiro. Alcançar o break even point significa chegar ao momento no qual os seus investimentos estão prestes a dar resultados e que a sua empresa começa a se tornar viável.

Isso quer dizer que, a partir daí, o seu negócio passará a ser lucrativo. Porém, como atingir esse ponto e superá-lo para gerar e manter o lucro?

Planejamento financeiro e redução de custos

É verdade que esta é uma tecla bem batida quando o assunto é empreendedorismo. Não é por acaso: planejamento é realmente fundamental também para que qualquer empresa tenha bons resultados.

Ao abrir um negócio, além de pensar no investimento inicial, é necessário ter um bom planejamento financeiro. Isso inclui projetar seus custos fixos e variáveis e traçar um plano realista de como chegar a cobri-los.

É importante também, depois que a empresa estiver operando, estar sempre atento à movimentação de fundos do negócio. Dessa forma, é possível identificar gastos em excesso e criar estratégias de redução de custos que podem ser interessantes para cortar gastos.

Gestão de processos

Além de estar relacionada à falta de um planejamento financeiro consolidado, a dificuldade em atingir e superar o ponto de equilíbrio de uma empresa pode ser relacionado à gestão e aos processos.

As rotinas de uma empresa precisam ser pensadas e organizadas e alguém deve ser responsável por isso. Focando no gerenciamento, no controle e na melhoria dos processos essenciais do negócio, a gestão de processos possibilita a conquista dos objetivos de uma organização.

Com um bom controle de operação, gestão financeira e muito planejamento, você pode chegar à um patamar de lucratividade na sua empresa e fazer o seu negócio crescer. Não esqueça de calcular o seu break even point para entender quanto falta para chegar lá!

Comentários

Leia mais:
cursos gratuitos para startups
5 cursos gratuitos para startups

Empreender com inovação não é uma tarefa nada simples. Especialmente considerando um mercado instável como o brasileiro. Por isso, quem...

Fechar