A maioria dos empreendedores acredita que um advogado só deve ser consultado quando existem problemas. No universo das startups isso não é diferente.

Afinal, boa parte das startups trabalha na lógica de uma empresa enxuta e gastar recursos com um advogado especializado em startups parece estar fora do orçamento da maioria.

No entanto, deixar de consultar um advogado especializado, especialmente na abertura da empresa pode custar caro no futuro.

Hoje, o que não faltam no mercado são startups que possuem problemas com investidores, desentendimentos entre os sócios e até problemas com consumidores.

Muitas vezes, pequenos ajustes sugeridos por um advogado podem evitar uma série de problemas para o seu negócio.

Um bom contrato social, minutas de contrato adequadas e até a orientação para a execução de boas práticas são algumas das questões que a consulta de um advogado especializado em startups pode fazer toda a diferença.

Para empreendedores que têm dúvidas sobre quando e como contratar um advogado especialista para a sua startup, vale a pena conferir este post!

Modelo societário

Assim como qualquer empresa, uma startup também precisa se formalizar. A legislação traz uma série de modelos societários que podem ser menos ou mais interessante, dependendo dos interesses dos sócios e da estrutura da startup.

Um bom advogado pode ser uma peça-chave na hora de orientar os empreendedores quanto ao melhor modelo societário. Você pode ter uma empresa com ou sem outros sócios.

Além disso, sua presença é obrigatória na constituição do contrato social e o profissional pode dar todas as orientações com relação ao registro dos atos constitutivos na Junta Comercial.

A escolha de um modelo societário adequado e a elaboração do contrato social por um profissional especializado pode evitar uma série de conflitos, especialmente entre os sócios.

Além disso, determinados modelos societários podem ser mais atraentes para investidores. Assim, vale a pena considerar.

Buscando investidores para a sua startup? Confira nossas dicas!

Regime tributário

O Brasil é um dos países que conta com uma das cargas tributárias mais altas do mundo. As startups, assim como qualquer empresa, também podem sofrer com a alta tributação.

A consulta de um advogado especialista pode ser um diferencial tanto para a empresa quanto para o empreendedor. Isso porque, o profissional pode orientar qual o melhor regime tributário para a empresa considerando a sua estrutura societária.

Além disso, esse profissional também pode avaliar quais são as possibilidades de elisão fiscal realizando um planejamento tributário.

Otimizar a carga tributária é uma questão de sobrevivência para empresas que contam com um orçamento enxuto e com uma dinâmica diferente, como é o caso das startups.

A consulta de um advogado especialista, portanto, pode significar uma grande economia no orçamento e menos problemas com o recolhimento de impostos.

Além do advogado para te ajudar na escolha do regime tributário, que tal experimentar a contabilidade online para te ajudar no recolhimento de impostos? Saiba mais!

Proteção da marca

Se você está abrindo a sua startup, o registro da sua marca é uma etapa importante e que não deve ser deixada de lado. Todo empreendedor sabe que a marca é um ativo importante.

Porém, muitos acabam negligenciando o registro, achando que ele é necessário apenas quando a marca ganha destaque no mercado. Esse equívoco, no entanto, pode custar caro.

Somente o registro de uma marca confere exclusividade ao seu titular. Em outras palavras, somente registrando a marca da sua startup você impede que terceiros a utilizem indevidamente.

Em um universo onde a inovação é um diferencial, proteger a marca é algo mais do que necessário.

Com o auxílio de um advogado especialista em startups é possível realizar todos os procedimentos junto ao INPI (Instituto da Propriedade Industrial) evitando dores de cabeça no futuro.

Contratos

Os contratos são essenciais para fechar acordos com parceiros, fornecedores e até investidores. Ter contratos seguros e capazes de efetivamente proteger a sua startup também é fundamental.

Com o auxílio de um advogado especialista em startups a elaboração de minutas é mais estratégica, além de estar adequada à legislação.

Vale destacar que todo contrato contrário a lei é considerado nulo. Portanto, o conhecimento prévio da legislação faz toda a diferença na hora de elaborar documentos que sejam válidos e, simultaneamente, estratégicos.

Boas práticas com o consumidor

Problemas com o consumidor podem gerar muita dor de cabeça para qualquer empresa e, também, para as startups. Pela simples falta de conhecimento, muitas startups elaboram práticas que ferem a legislação e podem trazer problemas para o futuro da empresa.

Reclamações junto aos órgãos do consumidor e ações judiciais podem abalar a imagem da sua startup. Isso sem falar nas condenações, que podem gerar prejuízos financeiros.

Contar com o auxílio de um advogado especialista em startups para auxiliar na instituição de boas práticas pode ser uma ótima maneira de prevenir problemas dessa natureza e, também, preservar a imagem da sua startup perante o mercado.

A máxima de que vale prevenir em vez de remediar é uma grande verdade quando se tratam de problemas jurídicos de startups. Contratar um advogado especialista não deve ser encarado como custo, mas sim como um bom investimento.

Você tem pensa em abrir uma startup? Então, conheça o passo a passo para abrir a sua empresa. Clique aqui e saiba mais!

Se você pensa em contar com a consultoria de um advogado para auxiliar você na abertura de sua empresa, entre em contato conosco!

 


Comentários