fbpx

A crise econômica colocou os termos “reduzir custos” e “aumentar a receita” como objetivos principais no planejamento de qualquer empreendedor no país. O que muitos não se deram conta, entretanto, é que aumentar a lucratividade por meio dessas duas estratégias pode acabar colocando o negócio em risco. Quer saber como? Entenda melhor neste artigo!

A crise econômica colocou os termos “reduzir custos” e “aumentar a receita” como objetivos principais no planejamento de qualquer empreendedor no país. O que muitos não se deram conta, entretanto, é que aumentar a lucratividade por meio dessas duas estratégias pode acabar colocando o negócio em risco. Quer saber como? Entenda melhor neste artigo!

Riscos a evitar ao aumentar o lucro

Apesar de muito importante, aumentar a lucratividade nem sempre é o melhor caminho para uma empresa, principalmente se por trás disso estiverem decisões equivocadas, que, no longo prazo, podem trazer riscos para o negócio. Veja alguns exemplos e entenda porque deve fugir dessas estratégias como empreendedor:

Diminuir a qualidade do produto

Ao reduzir custos para aumentar a lucratividade, é muito provável que seu produto ou serviço perca a qualidade. Existem casos em que isso pode acontecer sem mudar a experiência do consumidor, mas, se houver chances de isso acontecer, é importante tomar muito cuidado para não perder a satisfação dos clientes.

Perder valor percebido

Para vender mais, mesmo que tenha margem para reduzir o preço final do produto sem alterar sua qualidade, evite mudanças muito significativas. Isso porque essa estratégia pode resultar em uma diminuição da percepção de valor de seu produto para o cliente final.

Também evite fazer alterações muito frequentes nos preços por não ter planejado a margem de lucro correta para manter a lucratividade necessária. Estude muito bem, portanto, antes de fazer qualquer alteração que impacte o bolso de seu cliente!

Retirar investimentos de áreas suporte

Muitos empreendedores cortam investimentos em áreas suporte para reduzir custos e aumentar a lucratividade. Retirar investimentos de setores como Marketing, Recursos Humanos e Financeiro, entretanto, pode tornar sua operação ainda mais cara.

Na hora de repensar os valores investidos, o mais recomendado é não definir os cortes por setor, mas sim identificar operações que podem ser otimizadas, independente da área em que estiverem alocadas.

Enxugar demais a equipe

Da mesma forma, reduzir a equipe demais pode ser uma péssima escolha. A curto prazo, porque sua empresa terá que arcar com os custos trabalhistas referentes às demissões. Com o tempo, também, é possível que sua operação aumente e você tenha que novamente arcar com os custos das contratações.

Por isso, todo corte de pessoal deve ser muito bem planejado, considerando presente e futuro da sua empresa.

Eliminar ferramentas importantes

Cortar custos com ferramentas que otimizam o trabalho também é um grande erro, especialmente aquelas que dão suporte às principais operações, como são os softwares de CRM ou de gestão financeira e contábil. Antes de cancelar a utilização, vale a pena tentar renegociar valores e entender o valor que estas ferramentas trazem para o negócio.

Crescer sem capacidade para atender o cliente

Para aumentar a lucratividade, muitos empreendedores optam por crescer sua base de clientes e impulsionar as vendas. Muito cuidado deve ser tomado com esse rápido crescimento, entretanto. Se sua empresa não conseguir manter o mesmo nível de atendimento, existem grandes chances de perder os clientes antigos e também aqueles nos quais investiu recentemente para conquistar.

Negligenciar parte de seu público

Na mesma lógica de conquistar novos clientes, corre-se um risco importante ao buscar o aumento da lucratividade: deixar de lado aqueles primeiros clientes, justamente os que o ajudaram a fundamentar as bases de seu negócio. Lembre-se de que, por mais que tenham deixado de ser seu foco principal, esses clientes merecem atenção e atendimento de qualidade.

Esperar retorno imediato

Alcançar maior lucratividade em uma empresa nunca é algo que acontece do dia para a noite. É algo que exige tempo de planejamento, implementação, monitoramento e, muitas vezes, readequação. Não cometa o erro de esperar o retorno imediato, mudando de estratégia a cada mês por não ter ganho o que esperava. Na maioria das vezes, é preciso aguardar e, literalmente, pagar para ver a melhora no lucro do negócio.

Aumente sua lucratividade com planejamento

O mais importante que você sempre deve considerar como empreendedor é que não existe fórmula mágica: qualquer que seja a estratégia na qual decida apostar para fazer seu negócio crescer e ter maior lucratividade, será necessário colocar muita mão na massa e esperar o tempo certo para que os resultados apareçam. Nada disso, porém, acontece sem grandes objetivos e um excelente planejamento. Por este motivo, antes de definir as ações que tomará para ter mais lucro, coloque suas metas no papel e escolha aquelas ações que realmente podem ter impacto para seu negócio, sem arriscar o que construiu até hoje!
O que você está fazendo para aumentar a lucratividade de sua empresa? Compartilhe conosco aqui nos comentários deste artigo!

Comentários