fbpx

Muitos empreendedores, quando optam pela terceirização de um serviço, tem como principal critério o custo. Afinal, para muitos vale a pena terceirizar quando o custo é menor, não é mesmo?

Porém, quando se trata de contabilidade, é preciso analisar alguns outros aspectos. Mesmo sendo uma atividade suporte, a contabilidade possui um papel cada vez mais estratégico no dia a dia das empresas. Hoje, muitas decisões importantes são tomadas com base em dados fornecidos pelo contador.

Assim, terceirizar esse serviço apenas de olho na economia, pode se transformar no famoso “barato que custa caro”. Para saber quando terceirizar a contabilidade da sua empresa ou não, vale a pena conferir algumas dicas que separamos!

Terceirizar ou não: eis a questão!

Mesmo com os ônus trabalhistas decorrentes de uma contratação, nem sempre, terceirizar um serviço vale a pena. Isso porque, às vezes a demanda interna é muito grande o que acaba impossibilitando delegar à um terceiro a própria quantidade de trabalho que a empresa gera.

Embora a contabilidade seja uma atividade suporte, onde a regra do mercado é terceirizar, responder algumas perguntas pode te dar mais clareza sobre terceirizar ou não esse tipo de serviço.

Qual o tamanho do seu negócio?

Empresas que possuem filiais, com ou sem atuação do exterior, costumam ter um sistema de faturamento mais complexo. Por isso, aqui vale a pena pensar em contratar um contador, afinal, esse profissional na verdade vai cuidar de várias contabilidades diferentes, mesmo que dentro de uma empresa.

Muitas vezes reunir informações para prestar os serviços de contabilidade, nesses casos, só estando dentro ou próximo das empresas e filiais. Aqui vale mesmo considerar a contratação interna.

Qual é a complexidade do seu negócio?

Mais do que avaliar o custo de ter ou não um contador contratado, vale a pena avaliar a quantidade de processos internos que se relacionam com os serviços de contabilidade.

Em uma indústria, por exemplo, o sistema de custeio, controle de estoque, recolhimento dos impostos sobre a produção e sobre os serviços refletem em um serviço de maior complexidade para a contabilidade. Assim, para esses casos, é melhor ter um contador interno.

Já, no caso de empresas de serviços, em regra, os processos são mais enxutos e simples. Logo, não existe a necessidade de contratar um contador para cuidar da contabilidade. Uma empresa terceirizada já é o suficiente.

Aqui, é importante destacar que não existe nenhuma regra. Ou seja, não é porque se trata de uma empresa de serviços ou uma indústria que você deve tomar as decisões sugeridas. Foque-se mesmo na complexidade dos processos, esse é um ótimo critério.

Meus dados contábeis requerem confidencialidade?

As vezes uma empresa pode precisar de maior confidencialidade com relação aos seus dados, sejam eles contábeis ou não. Determinados processos, como a abertura de capital, também podem demandar mais responsabilidade quanto aos dados, já que, o risco de divulgação de informações privilegiadas pode comprometer a operação.

Cada caso é um caso, portanto, vale a pena considerar se a confidencialidade do seu negócio é uma questão ou não para a contabilidade da sua empresa. Isso pode determinar ou não se terceirizar é uma boa ideia.

Tenho “dependência” da contabilidade?

Algumas empresas precisam ter acesso aos dados contábeis de forma ágil e em um prazo muito curto, já que essas informações são cruciais para o bom desenvolvimento do negócio.

Para esses casos, a melhor decisão é a de contratar um profissional interno, que participe de forma mais ativa dos processos da empresa, inclusive decisões estratégicas.

Usar uma plataforma de Contabilidade online, também pode ser uma forma de conectar gestores e contadores de forma prática e eficiente, sem a necessidade de ter que esperar por informações ou dados relevantes.

Contabilidade online te parece uma proposta interessante? Saiba como ela funciona!

Posso gastar menos com a contabilidade?

Depois de responder todas as perguntas anteriores, que são cruciais para determinar ou não a terceirização da contabilidade, então, é a hora de avaliar os custos.

Terceirizar a contabilidade, sem dúvida, é a opção mais econômica. Mas para chegar a essa conclusão, de fato, é fundamental fazer os cálculos que vão desde o aluguel do espaço, até as verbas trabalhistas e previdenciárias decorrentes da contratação.

Embora muitos considerem que terceirizar um contador ainda é um risco, hoje existem opções de automatizar muitos serviços, sem que isso implique na perda de eficiência e de agilidade. Algumas plataformas online já oferecem esse tipo de vantagem, minimizando riscos sensíveis para o seu negócio.

Quando se trata de custos, sempre é bom colocar tudo na ponta do lápis. Por isso, considere todos os custos que envolvem a contratação e também os custos que envolvem a terceirização.

Lembre-se sempre que também é possível adotar um sistema misto, onde alguns serviços são realizados por um contador interno e outros são terceirizados. Essa opção não deve ser descartada, ainda mais se o seu objetivo é economizar.

Vai terceirizar a contabilidade? Tenha alguns cuidados

Terceirizar serviços, especialmente os de contabilidade, podem ser uma excelente opção. Porém, isso não quer dizer que o empreendedor não deve ter alguns cuidados.

Primeiramente é fundamental checar se o escritório terceirizado ou o contador terceirizado estão devidamente inscritos no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Saiba mais o que o CRC tem a ver com a sua contabilidade

Também é importante checar a credibilidade do escritório ou do contador terceirizado. Veja o comentário de outros clientes, busque referências e cheque nos sites de Reclamação se não constam problemas com o fornecedor dos serviços contábeis.

Ter um contrato de prestação de serviços ou qualquer outro termo que valide a terceirização também é um cuidado importante. Querendo ou não, o contador lida com informações importantes da sua empresa, então, além de alinhar os termos da prestação de serviços é fundamental tratar sobre a confidencialidade.

Por fim, jamais repasse dinheiro ao contador para fazer os recolhimentos obrigatórios da empresa. Essa é uma obrigação da companhia e caso o contador deixe de realizar qualquer pagamento, a empresa não deixa de arcar com as pesadas autuações do Fisco. Portanto, muito cuidado com essa questão!

Na hora de terceirizar não existe regra. O ideal é avaliar a sua situação enquanto empresa e pesquisar as possibilidades de prestadores de serviços no mercado. A boa notícia é que, com a tecnologia, a automação de determinados serviços terceirizados já é possível, garantindo a mesma, ou maior eficiência, de serviços internos.

Pensa em terceirizar a contabilidade da sua empresa? O que você considera antes de contratar? Já considerou a Contabilidade online? Então, confira aqui dicas preciosas para contratar sua Contabilidade online!

Comentários

Leia mais:
Saiba como formar os preços dos seus serviços

“Quanto a minha empresa deve cobrar pela prestação de serviços”? “Será que o meu preço é justo e competitivo?. “Devo...

Fechar