fbpx

Se a sua empresa está com o nome sujo é preciso tomar algumas medidas visando a regularidade. Saiba como descobrir isso e o que fazer para regularizar a sua situação. Lidar com a inadimplência é uma questão que faz parte do dia a dia dos empreendedores brasileiros. Com a crise econômica, o número de maus pagadores tende a aumentar e muitas empresas podem passar a fazer parte desta lista.

A crise, no entanto, não é o único fator que favorece a falta ou os atrasos nos pagamentos. O limite da multa de 2% sobre o valor da cobrança, previsto na legislação, também favorece a inadimplência no país.

Se por um lado as multas acabam não tendo o efeito desejado, ou seja, a real penalização dos maus pagadores; por outro, os órgãos de proteção ao crédito ganharam uma significativa importância no mercado, pois são eles que acabam atestando a credibilidade das empresas. Ter o nome da sua empresa sujo, portanto, significa perder muitas oportunidades de negócios, o que pode comprometer a rentabilidade e o faturamento.

Se a sua empresa está com o nome sujo é preciso tomar algumas medidas visando a regularidade. Saiba como descobrir isso e o que fazer para regularizar a sua situação.

O que significa ter o nome sujo?

Ter uma empresa com o nome sujo significa que o CNPJ foi negativado em razão de alguma dívida. Pela falta de pagamento, os credores podem inscrever o nome dos devedores nos órgãos de proteção ao crédito. Atualmente, o Brasil conta com três empresas que gerenciam a lista dos maus pagadores. São elas o SERASA, administrado pela Serasa Experian; o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), administrado pela Câmara dos Dirigentes e Lojistas; e o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), administrado pela Boa Vista Serviços. Dentre todas as empresas que gerenciam esses bancos de dados de inadimplentes, o SCPC é o que contém o maior número de devedores inscritos. Porém, o ideal é consultar as três empresas, caso queira verificar a sua situação. Algumas dessas empresas oferecem consultas gratuitamente.

Como ocorre a negativação do CNPJ?

A partir do atraso do pagamento, o credor entra em contato com as empresas de proteção ao crédito e noticia a inadimplência. O credor poderá ser o banco, o governo ou mesmo uma empresa fornecedora.

A partir da ciência da dívida, as empresas de proteção ao crédito ficam obrigadas a notificar o devedor para que quite a sua dívida ou negocie o seu pagamento. Caso o inadimplemento não seja solucionado em 10 dias pela empresa devedora, as empresas de proteção ao crédito estão autorizadas a incluir o nome do devedor no cadastro de inadimplentes.

Vale destacar que o nome incluído no cadastro por erro do credor, pode gerar ao devedor o direito de questionar na Justiça danos morais em razão da inscrição incorreta. Por isso, consulte periodicamente para checar a inclusão do nome da sua empresa, mesmo sem ser notificado.

Além de checar junto às empresas de proteção ao crédito, a empresa deve consultar sua situação cadastral junto ao site da Receita Federal. Para isso, entre no site da Receita, clique em “serviços para empresas” e verifique a consulta de pendências. Caso na consulta CNPJ você identifique que ele está inativo, provavelmente ela pode estar com o nome sujo. Caso o CNPJ esteja negativado, a empresa pode estar devendo impostos e deve procurar a Receita Federal para checar e solucionar a sua situação.

Minha empresa está com o nome sujo, o que fazer?

Quando o CNPJ da sua empresa é negativado, a empresa não pode obter empréstimos, fazer compras a prazo e pode ficar impedida de realizar alterações contratuais até que solucione suas pendências. Dependendo da natureza da dívida, a empresa além de ficar com o nome sujo, pode ser impedida de realizar suas atividades.

A confiança uma questão importante no mundo dos negócios. Empresas que não são consideradas confiáveis podem ser penalizadas pelo próprio mercado, que acaba evitando realizar qualquer tipo de transação com maus pagadores.

Para quem está com o nome sujo e busca a regularidade, o principal a fazer é entrar em contato com o credor para tentar negociar o pagamento da dívida. Por mais que a sua empresa não conte com os valores integrais para cobrir a dívida, é importante estabelecer um prazo e honrar seu compromisso.

Muitas empresas acabam sendo inscritas nos órgãos de proteção ao crédito em razão do não pagamento de empréstimos. Antes de fazer um empréstimo no banco, tente negociar as dívidas e evitar que os juros se tornem uma verdadeira bola de neve financeira.

A contabilidade como aliada da sua empresa

Os serviços de contabilidade não são responsáveis pelo pagamento das contas da sua empresa, no entanto, eles contribuem de forma significativa para a organização o planejamento financeiro. Empresas que contam com bons serviços contábeis sabem quando e como devem recolher impostos, quais são os gastos e as despesas que mais consomem o orçamento e podem se planejar melhor.

Mais do que um serviço de suporte, a contabilidade passou a ser um braço estratégico de toda empresa, independentemente do porte.

Hoje, com a internet, empresas de pequeno e médio porte já podem contar com os serviços de Contabilidade online que ajudam os empreendedores a se planejarem financeiramente evitando problemas com a inadimplência e o nome sujo. A contabilidade, além de ajudar a empresa a manter suas obrigações financeiras em dia, contribui para a saúde financeira e para o futuro do seu negócio. Se você ainda não conhece os benefícios desse tipo de serviço, recomendamos a leitura desse post aqui.

Assim como nas questões pessoais, a confiança de uma empresa no mercado depois de perdida demora a ser reconquistada. Por isso não deixe que dívidas e o nome sujo prejudique o valor do seu negócio.

Se você é um contador e está procurando uma plataforma para o seu escritório preencha o formulário abaixo e um dos nossos consultores irá entrar em contato com você.  Se for  uma empresa e estiver procurando um contador responda dizendo que é uma empresa e vamos ajudar você a encontrar um contador online:

 


Comentários