fbpx

Se em 2016 boa parte das empresas sofreu com os impactos negativos da crise econômica, em 2017 será necessário adotar algumas práticas de sobrevivência para quem não quiser fechar as portas.

Para minimizar os danos e conseguir se manter no mercado, é necessário agir de forma estratégica. Para quem está preocupado com os rumos do seu negócio, mas não sabe por onde começar um plano de ação, separamos algumas dicas que podem ajudar na recuperação do seu negócio.

Quer atravessar a tempestade do mercado e sair fortalecido com sua empresa da turbulência? Então, confira!

Se em 2016 boa parte das empresas sofreu com os impactos negativos da crise econômica, em 2017 será necessário adotar algumas práticas de sobrevivência para quem não quiser fechar as portas.

Para minimizar os danos e conseguir se manter no mercado, é necessário agir de forma estratégica. Para quem está preocupado com os rumos do seu negócio, mas não sabe por onde começar um plano de ação, separamos algumas dicas que podem ajudar na recuperação do seu negócio.

Quer atravessar a tempestade do mercado e sair fortalecido com sua empresa da turbulência? Então, confira!

Passos simples para sair da crise

Em períodos de instabilidade econômica é comum ouvir outros empreendedores dizendo que seus negócios não estão indo bem “por conta da crise” ou que “a economia não está aquecida”. Porém, mesmo em tempos de recessão, muitas empresas conseguem crescer. O que elas fazem de diferente? A resposta é fácil: elas adotam medidas simples, mas eficientes.
Reduzir custos, fortalecer parcerias, ter bom relacionamento com clientes e manter seus dados contábeis organizados, são algumas dessas medidas que vão ajudar sua empresa a superar as adversidades do cenário econômico.

Reduzindo gastos

Reduzir ou até mesmo eliminar gastos é a primeira ideia que vem à mente de dezenas de empreendedores quando o objetivo é blindar o financeiro. Porém, isso precisa ser feito com cautela, para que nenhum aspecto da empresa seja prejudicado.

Ao iniciar um processo de corte de gastos, é preciso encarar as seguintes questões:

    1. O que está causando problemas financeiros para minha empresa?
      Uma forma eficiente de reduzir os gastos é mapear o orçamento da empresa e tentar identificar situações onde existe o desperdício, ou mesmo, a possibilidade de se economizar. Tentar diminuir os custos fixos mensais de água, luz, telefone, internet, por exemplo, pode gerar um impacto positivo no orçamento.
      Avalie também a possibilidade de subcontratar determinados serviços que não esteja ligados ao core business. Analise, portanto, se uma terceirização seria rentável ou não. Esse é um bom começo para começar a reduzir custos.
    2. É possível aumentar os ganhos da minha empresa?
      Aumentar a quantidade de produtos ou serviços oferecidos pela empresa, melhorar a qualidade destes e investir em publicidade podem ser ótimas alternativas para aumentar os ganhos.
      Outra dica para alavancar as vendas em um momento de crise é criar estratégias de preço que beneficiem os consumidores, tais como: promoções, brindes ou serviços como frete e instalação grátis.
    3. É preciso mexer no meu time?
      É preciso olhar com atenção para seu quadro de funcionários. O objetivo aqui não é demitir, mas sim fazer ajustes necessários. Em muitos casos, redirecionar cargos ou realocar funcionários para atividades diferentes já é suficiente para melhorar a eficiência da empresa.
      Porém, se o caminho da demissão for inevitável, é imprescindível colocar tudo no papel, avaliando os custos da demissão versus de manter um colaborador. Tome essa decisão pautado pelo conselho de outros especialistas como advogados e o seu contador.

O bom relacionamento com os clientes é fundamental

As facilidades de um mundo conectado possibilitam que as empresas estabeleçam uma relação mais próxima com seus clientes facilitando assim as vendas. Através de canais digitais, consumidores podem interagir com as marcas que gostam, e também com as que não gostam, com muito mais facilidade.

Manter o site e blog institucionais sempre atualizados, marcar presença nas redes sociais e contar com um bom sistema de atendimento, são garantias de aproximação e formação de um bom relacionamento com seus clientes e, consequentemente, mais possibilidades de negócios.

Outro aspecto que também merece atenção em época de crise é o pós-venda. Extremamente relevante para fidelizar clientes, esse é o momento onde a empresa se mostra disponível para solucionar qualquer dúvida do consumidor, o que pode ser um grande diferencial frente à concorrência e garantir negócios no futuro.

Fortalecendo e criando parcerias

Nos momentos de crise a empresa não pode se isolar! É preciso aprofundar os relacionamentos já existentes, bem como, estar aberto para novas parcerias.

Os fornecedores, por exemplo, são essenciais, pois com o auxílio deles, será possível oferecer ao consumidor produtos e serviços com preços atrativos, facilidades de parcelamento e descontos. Assim, fica bem mais fácil fechar novos e bons negócios, mesmo em um momento econômico desfavorável.

Outro ponto importante com relação aos fornecedores é que, através deles, é possível ter informações sobre as tendências do mercado e também sobre a concorrência. Manter uma boa comunicação com suas empresas fornecedoras pode trazer dicas preciosas em um momento em que informação vale ouro e pode fazer grande diferença.

Um tipo de ação que costuma dar muito certo também é a parceria entre empresas de setores diferentes. Imagine, por exemplo, você tem uma academia de ginástica e passa a oferecer descontos em uma loja de alimentação saudável para seus aluno que estão em dia com as mensalidades. Com certeza todos os envolvidos ficarão satisfeitos! Você estimula a pontualidade dos pagamentos e a loja ganha novos clientes.

Foco na contabilidade

Todos sabem que estar com a contabilidade em dia é de fundamental importância para a manutenção e expansão dos negócios. No entanto, em tempos de economia instável, ela acaba se tornando essencial para a sobrevivência da empresa.

Com muitas atividades para realizar e, geralmente, com pouco ou mesmo nenhum conhecimento em finanças e contabilidade, muitos gestores apresentam dificuldades na hora de promover uma gestão organizada dos custos, despesas e obrigações tributárias.

Então, contar com uma empresa de contabilidade, em especial de contabilidade online, é a garantia de que os gestores terão, em tempo hábil, todas as informações relevantes para tomar de decisões e enfrentar os obstáculos.

Outro aspecto importante que deve ser levado em conta, é que uma contabilidade atualizada evita o não pagamento de algum tributo. Fato que pode gerar a aplicação de pesadas sanções, acarretando em mais despesas para a empresa.

Com um bom serviço de contabilidade a empresa fica fortalecida para sobreviver e até mesmo crescer em tempos de crise.

Quer saber o que mais porque a sua empresa não pode ficar sem contabilidade? Confira nosso post “O que acontece com minha empresa se eu ficar sem um contador?”

Comentários

Leia mais:
Alteração contratual de empresas: quais as suas consequências?

Toda empresa passa por diversas fases durante o seu desenvolvimento como negócio. Mudança de endereço, nome, capital ou mesmo alterações...

Fechar