fbpx

Em um contexto no qual é preciso ser cada vez mais “multitarefas”, o mercado exige profissionais produtivos. Concluir o maior número de tarefas no menor período de tempo possível virou lema da maior parte das empresas na atualidade. Em contrapartida, multiplicaram-se as distrações e está cada vez mais difícil não perder o foco. Contudo, a tecnologia pode nos ajudar a resolver isso: você já ouviu falar das ferramentas para aumentar a produtividade?

Felizmente, hoje em dia, existe uma série de programas, softwares, aplicativos e sites com funcionalidades voltadas justamente a ajudar os profissionais a serem mais produtivos. Esses recursos visam auxiliar na gestão do tempo e no controle das tarefas e dos prazos.

A ideia é que, lançando mão dessas ferramentas para aumentar a produtividade, você consiga definir prioridades, organizar a sua rotina e manter a concentração por mais tempo. Desse modo, você irá “render” muito mais e garantir um dia de trabalho mais eficiente

Bom, mas, para não desperdiçar o seu tempo, vamos logo ao que interessa. Confira abaixo uma lista com 5 ferramentas para aumentar a produtividade no trabalho!

1. Google Agenda

É verdade que é impossível falar sobre gerenciar a produtividade sem citar a necessidade de uma agenda na sua vida. Portanto: aceite, você irá precisar dela!

No entanto, por sorte, hoje você não terá mais que carregá-la para cima e para baixo. Porém, mesmo assim ela estará com você em todos os momentos necessário – ou pelo menos enquanto você estiver perto do smartphone. O Google mesmo oferece um serviço de agenda/calendário online e gratuito, o Google Agenda, originalmente Google Calendar.

A ferramenta é muito útil para quem precisa organizar as suas atividades e compromissos. O serviço de agenda eletrônica virtual é muito fácil de usar: ele exibe as tarefas cadastradas por dia, semana e mês e tem a opção de definir lembretes. As notificações podem ser pop-ups ou e-mail, frequentes ou não, de acordo com as configurações que você escolher.

Para começar a colocar a rotina em ordem, você precisa apenas de uma conta do Gmail e, a partir de então, já pode adicionar eventos. Uma das vantagens do aplicativo é o fato dele permitir a criação de diversas agendas diferentes. Além disso, ele também possibilita o compartilhamento da agenda, seguindo mais ou menos a mesma lógica do Google Docs. Isso quer dizer que você pode escolher com quem compartilhar e o que essa(s) pessoa(s) pode fazer na agenda, como editar os dados já existentes, cadastrar atividades ou simplesmente visualizar

2. Evernote

Além da agenda, um bloco de notas também é uma das melhores ferramentas para aumentar a produtividade. É claro que você pode até preferir o bom e velho caderninho para anotar coisas importantes, mas um programa pode oferecer funcionalidades que você nem imagina.

O Evernote é, por exemplo, uma espécie de bloco de notas que fica armazenado na nuvem e que faz o maior sucesso. Ele, sem dúvidas, é melhor do que o caderninho, pois você pode dividir as anotações por temas e anexar fotos, vídeos e áudios que poderão ser acessados por meio de diferentes dispositivos: computador, smartphone ou tablet.

3. Trello

O Trello é outra ferramenta bastante utilizada por quem precisa ser mais produtivo. Ela é focada no gerenciamento de projetos em listas e ajuda a criar fluxos de trabalhos individuais e coletivos. A plataforma permite ainda que o usuário adicione prazos, informações completas, comentários e arquivos.

O programa pode ser acessado através dos navegadores ou de apps do Google Play e da App Store e exige a criação de um usuário para logar no site ou aplicativo. O seu layout é simples e composto por “boards” e “cards”. Trata-se de quadros que reúnem notas, listas e informações que podem ser arrastadas de um lado para o outro.

4. Tomato Timer

Você já ouviu falar na “técnica do pomodoro”? A metodologia foi desenvolvida já há algum tempo para dividir o período de trabalho, alternando momentos de concentração com intervalos breves de descanso. Ela tem esse nome em função do popular cronômetro de cozinha em forma de tomate.

A técnica consiste em definir uma lista de tarefas que precisam ser executadas, ajustar o cronômetro em 25 minutos e colocar a mão na massa. Ah, e manter o foco total na atividade, sem se distrair, é claro. Quando o período termina, o alarme toca e você deve fazer um intervalo curto – de três a cinco minutos. Ao fechar o quarto “pomodoro”, você pode fazer uma pausa maior de 15 a 30 minutos

Há vários softwares baseados nessa técnica, e o Tomato Timer é um deles. O programa é super simples: você clica no ícone do período desejado (pomodoro, intervalo curto ou intervalo) e o cronômetro começa a contar. É possível escolher se você deseja notificação e de que tipo.

5. RescueTime

Por falar em tempo, a última das ferramentas para aumentar a produtividade deste elenco também tem o intuito de auxiliar na otimização do tempo e evitar horas perdidas com atividades irrelevantes. O RescueTime não apenas mostra o que você faz a cada segundo que passa no computador, mas também gera análises sobre a sua eficiência e produtividade.

Esse exame pode ser interessante, pois revela quais os dias e as horas mais produtivos para você. Porém, o aplicativo revela também quanto tempo você procrastinou no Whatsapp, no Facebook, no Twitter… No mais, o aplicativo é bem intuitivo e explicativo e utiliza gráficos para ilustrar a produtividade do usuário.

Se você anda pensando em abrir um negócio ou quer migrar a contabilidade da sua empresa para um contador online, preencha o formulario abaixo que um dos nossos consultores irá entrar em contato com você para entender melhor a sua necessidade:

 


Comentários

Leia mais:
revender software
O que é Bloco K e como as empresas devem se adequar?

Sua empresa faz parte do setor industrial ou atua como uma atacadista, mas não está enquadrada pelo regime do Simples...

Fechar