fbpx

O serviço do contador é indispensável para as empresas. Afinal, no Brasil, a maioria dos modelos de empreendimento necessita do suporte de contadores para realizar obrigações fiscais. Contudo, a contabilidade não pode ser vista apenas como uma obrigatoriedade.

Ainda que muitos empresários entendam o trabalho do contador como algo básico e burocrático, a presença de um profissional consultor pode fazer toda a diferença no sucesso da empresa. Por isso, vale a pena entender o que é contabilidade consultiva.

Faremos uma série de artigos sobre o assunto. Confira a partir de agora o primeiro conteúdo e descubra o que é e como funciona esse tipo de contabilidade.

Acompanhe!

O que é contabilidade consultiva?

O termo contabilidade consultiva pode parecer redundante para pessoas que já veem o serviço contábil de forma ampla e entendem o diferencial que ele oferece. Entretanto, não é assim com todos.

Como falamos, muitas pessoas ainda limitam a contabilidade a obrigações fiscais ou, no máximo, a orientações de gestão financeira básica. Então, o uso do termo contabilidade consultiva faz um resgate da função diferencial do contador.

Sim, o contador é o profissional que lida com os números e as obrigações fiscais da empresa, mas seu papel vai muito além dos registros financeiros e cálculo de impostos. Ele tem uma visão privilegiada para auxiliar na tomada de decisões no negócio.

Afinal, os contadores detêm um conhecimento que geralmente os empreendedores não entendem profundamente. Logo, ao analisar os números e outras informações da empresa eles podem identificar problemas e oportunidades que não foram vistas por outras pessoas.

Está aí a essência da contabilidade consultiva: agregar valor competitivo à empresa a partir do que é percebido na contabilidade. Portanto, um contador que atua como consultor busca uma relação mais próxima com o cliente.

O trabalho dele não se limita ao foco estrito nos números e documentos, mas na saúde do negócio como um todo. Assim, é possível que ele ajude a reduzir custos, aumentar a margem de lucro e conquistar novos espaços — aspectos fundamentais para o sucesso de qualquer empresa.

O que não é contabilidade consultiva?

Agora que você entendeu um pouco sobre a contabilidade consultiva, que tal falarmos sobre o que não é considerado um serviço desse tipo? Embora todos os contadores possam trabalhar com ela e se beneficiem de suas vantagens, nem sempre é o que acontece.

Em muitos contextos, a figura do contador na empresa acaba presa a aspectos burocráticos. Então, o primeiro elemento que podemos citar como não sendo contabilidade consultiva é a realização de tarefas limitadas à entrega de obrigações contábeis.

Outro aspecto que vale a pena ser citado é a tecnologia. Nos últimos anos, ocorreram diversos avanços nos programas que auxiliam o trabalho do contador. Eles trazem benefícios, mas apenas o uso da tecnologia não representa necessariamente a contabilidade consultiva.

Ter um papel consultivo tem menos a ver com as ferramentas utilizadas e mais com o modo como os dados e recursos são interpretados. Então, está mais relacionada ao próprio contador.

Vale destacar que é possível ser um ótimo profissional sem trabalhar exatamente como consultor. Entretanto, certamente você encontraria novas oportunidades e agregaria mais valor às empresas clientes se colocasse em prática princípios da contabilidade consultiva.

Como ela funciona?

Depois de saber o que é — e o que não é — a contabilidade consultiva, vale a pena entender como ela funciona. Ela parte de alguns princípios, por exemplo, a função estratégica na empresa, a relação próxima com os clientes e a utilização de ferramentas de análise contábil.

O uso de uma plataforma de contabilidade pode ser interessante para contadores que queiram exercer um papel de consultor. Afinal, os recursos ajudam a reduzir o tempo gasto com burocracias e atividades mais simples — de modo que sobre tempo para se dedicar às decisões e estratégias.

Basicamente, adotar uma postura de contabilidade consultiva lhe permite realizar todas as atividades básicas de contabilidade e ir além. Nesse contexto, o seu trabalho não terminaria na entrega das obrigações, mas sim começaria ali.

Ou seja, depois de organizar os números e produzir os documentos necessários para a empresa, o contador realiza a interpretação dos dados de forma estratégia. Assim, consegue analisar cenários diversos e propor soluções relevantes para o negócio.

Um bom processo de contabilidade consultiva pode ser capaz de diagnosticar problemas na empresa que levem ao insucesso e até à falência. O contador também está em papel de ajudar a resolver as dificuldades, propondo formas de gerar mais valor para o negócio e buscar saúde financeira.

Por que a contabilidade consultiva é importante?

Ao exercer a contabilidade consultiva o profissional atua como um verdadeiro cientista contábil. Há certas informações que somente um bom contador consegue interpretar nos balanços financeiros. Então, ele é essencial no diagnóstico e na melhoria de empresas.

Ainda que o cliente e funcionários dele tenham acesso aos balancetes e outras demonstrações contábeis, nem todos têm o conhecimento e a experiência para extrair os dados mais relevantes dos documentos. Por isso, o contador oferece um diferencial.

A contabilidade consultiva permite alcançar uma série de vantagens na empresa. Por exemplo, redução de custos, entrega de mais valor para os clientes, inovação, aumento das margens de lucro, posicionamento estratégico em relação à concorrência etc.

A visão do contador, junto com uma tomada de decisões eficiente por parte do empreendedor, pode ser o que a empresa precisa para alcançar mais sucesso financeiro e crescer. Em muitos casos, será o ponto central para evitar problemas e até o fechamento de portas no futuro.

Como o serviço agrega valor ao escritório de contabilidade?

Como você viu, a contabilidade consultiva é um serviço que pode gerar resultados muito interessantes para as empresas clientes. Consequentemente, ela agrega valor ao seu escritório de contabilidade ou à sua atuação como autônomo.

Um processo eficiente de tomada de decisão em um negócio só pode ser feito com um diagnóstico bem realizado e com informações de qualidade disponíveis. Então, os empreendedores devem valorizar contadores que oferecem isso.

Ao oferecer um serviço mais estratégico, você mostra valor mais alto para o cliente. Afinal, ele percebe que ao lhe contratar terá acesso a informações que não consegue enxergar sozinho e que também podem não ser vistas na contabilidade tradicional.

A contabilidade consultiva é um serviço que gera valor para os clientes — logo, gera valor para você. Sem dúvida, é uma forma de apresentar um trabalho diferenciado e se destacar diante da concorrência no setor. Além disso, aumenta muito a chance de fidelizar clientes no seu escritório!

Gostou deste primeiro conteúdo sobre o assunto? Então não perca os próximos artigos da série sobre a contabilidade consultiva!

Aproveite também para conhecer as funcionalidades da plataforma de gestão contábil Osayk!

Quer encontrar as melhores soluções para você e seus clientes? Preencha o formulário abaixo e dê um importante passo em direção ao sucesso do seu escritório de contabilidade!

 


Comentários

Leia o post anterior:
passos-implementar-contabilidade-digital
5 Passos para implementar a contabilidade digital agora mesmo!

Você chegou ao último conteúdo da nossa série de quatro textos sobre contabilidade digital. Nos artigos anteriores, foi possível conhecer...

Fechar