fbpx

Finanças Pessoais e empresa, não saber como separar as contas pessoais do negócio, além de prejudicar a saúde financeira da sua empresa, pode colocá-la em sérios riscos. Infelizmente, muito empreendedores só percebem a dimensão do problema quando a empresa vai mal e está prestes a quebrar. No post de hoje separamos algumas dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença para o seu negócio! Quer saber mais? Então confira!Misturar finanças pessoais e empresa é um erro muito comum realizado por empreendedores, especialmente aqueles que possuem micro e pequenas empresas. Pequenos negócios lidam quase sempre com a limitação de recursos, e na tentativa de simplificar a administração, muitos empreendedores cometem pequenos erros que costumam prejudicar de forma grave o futuro da empresa.

Não saber como separar as contas do seu negócio das suas próprias, além de prejudicar a saúde financeira da sua empresa, pode colocá-la em sérios riscos. Infelizmente, muito empreendedores só percebem a dimensão do problema quando a empresa vai mal e está prestes a quebrar.

Por isso, é importante colocar em prática algumas ações para impedir que as contas pessoais e empresariais se confundam. No post de hoje separamos algumas dicas simples, mas que podem fazer toda a diferença para o seu negócio! Quer saber mais? Então confira!

1. Organize-se!

Antes de falar das ações práticas propriamente, é imprescindível que o empreendedor busque se organizar. Aliás, organização é a palavra chave para manter o bom controle financeiro, seja ele pessoal ou empresarial. Somente empreendedores que são organizados conseguem driblar a correria do dia a dia e pagar as contas sem usar o caixa da empresa, que ao final, parece ser sempre a opção mais cômoda. Por isso, antes de tomar qualquer atitude, busque se organizar ao máximo para separar o caixa da sua empresa do seu caixa pessoal.

2. Não pague contas pessoais com o dinheiro da empresa

Essa dica parece óbvia e simples, no entanto, é justamente com atitudes pequenas e aparentemente inofensivas que a mistura de contas ocorre. Começa geralmente assim: em um dia atribulado, entre uma reunião e outra, você para no posto de gasolina e usa o cartão da empresa. Ao voltar para o escritório, lembra-se que é o dia de pagar o condomínio do prédio, e sem titubear, pede para a secretaria fazer isso por você. O dia acaba e obviamente você não transfere aquelas quantias para a contada empresa e quando vê, ela está no vermelho indicando um enorme buraco financeiro.

Em hipótese alguma utilize o cartão, conta online ou até a secretaria para pagar contas ou despesas que não sejam da empresa. Da mesma forma, não retire dinheiro do caixa com essa finalidade. O caixa da empresa e suas movimentações devem refletir única e exclusivamente as despesas e custos da empresa e são dados fundamentais para o controle e a contabilidade.

3. Defina um pro labore para os sócios

Um dos erros mais comuns praticados por empreendedores é ir retirando dinheiro do caixa da empresa de acordo com as suas necessidades pessoais. Porém, muitos não se atentam ao fato de que, se o lucro da empresa está indo diretamente para o seu bolso e o bolso dos seus sócios, naturalmente seu negócio não possui investimentos, o que prejudica o seu desenvolvimento. Para evitar esse tipo de problema o ideal é estabelecer um pro labore para os sócios, ou mesmo para você, caso você seja um empreendedor individual. Para saber como fazer isso, confira esse post aqui onde explicamos tudo sobre pro labore.

Além do pro labore, os sócios também podem definir retiradas com base na antecipação dos lucros. O importante é apenas ter em mente que, os recursos que servem para remunerar os sócios, servem também para se investir na empresa. Por isso, esse montante deve ser avaliado com critério, para suprir não apenas as necessidades individuais, mas também as da empresa.

4. Otimize o controle financeiro

Sim, muitas vezes as contas empresariais se misturam com as contas pessoais porque fazer o controle financeiro é uma atividade que demanda tempo e o empreendedor acaba postergando para atender as necessidades mais imediatas do seu negócio. Não existe problema nenhum em pedir auxilio de um profissional de confiança que auxilie você a fazer esse controle. Isso pode ser uma ótima ideia.

Outra dica é utilizar os aplicativos de contabilidade online, que ajudam você a organizar todas as informações financeiras da sua empresa, já que esses dados também possuem impactos contábeis. Além de facilitar o recolhimento de impostos, organizar folha de pagamentos, realizar relatórios contábeis, esses aplicativos costumam ajudá-lo a organizar e monitorar seu caixa.

5. Separe suas finanças pessoais e empresa

Separar sua conta corrente da conta da sua empresa é uma das principais atitudes que auxiliam o empreendedor a não misturar contas pessoais com as contas da empresa. O custo da manutenção de uma conta exclusiva para o seu negócio é um investimento que vai ajudar a manter sua saúde financeira, de maneira mais fácil do que organizando através de planilhas.

Com contas separadas, você já possui uma separação física dos caixas, o que facilita na administração de forma individual.

6. Crie reservas pessoais e para a sua empresa

Tanto empresas como pessoas passam por momentos de instabilidade que podem significar prejuízos. Em momentos como esse, é muito comum que empreendedores se socorram do caixa da empresa para salvar sua conta bancária. Porém, isso pode prejudicar e muito seu negócio. Para driblar esse tipo de adversidade, tanto o empreendedor como a empresa devem ter reservas financeiras. A cada retirada ou a cada pro labore, tenha em mente que um percentual dele deve servir para as suas reservas pessoais. Da mesma forma, o dinheiro que sobra no caixa da empresa deve ser investido em um fundo, poupança ou outra forma de rendimento, para auxiliar que em momentos de dificuldade a empresa tenha maior fôlego financeiro para enfrentá-las.

O grande motivo da confusão de caixas ocorre pela falta de organização e pela rotina atribulada que a maioria dos pequenos empreendedores possui. Cuidados básicos, no entanto, devem se tornar práticas cotidianas para evitar esse tipo de problema. Com contas separadas, a chance de prosperidade para empreendedores e empresas é bem maior!

Você separa suas finanças pessoais das de sua empresa? Já teve problemas? Quais as ferramentas que você utiliza para evitar a confusão dos seus caixas? Tem dúvidas sobre como a contabilidade online pode ter ajudar a controlar melhor o seu financeiro? Divida sua experiência e conte para nós nos seus comentários abaixo!

Comentários